terça-feira, 28 de abril de 2009

O Túmulo Secreto de Jesus


Um verdadeiro absurdo


Sinopse

"Em 1980, um grupo de arqueólogos descobre em Talpiot, perto de Jerusalém, uma tumba datada do século I. Das dez ossadas encontradas nos diversos caixões, em seis delas haviam inscritos: Jesus, filho de José, Judá, filho de José, Judá filho de Jesus, Mário, José, Mateus e Maria Madalena. Na época, os arqueologistas não deram muita importância para o caso. Passados 25 anos, o diretor Simcha Jacovoci e sua equipe partiram em busca destas ossadas... E do túmulo perdido. O que eles encontraram pode ser a maior descoberta arqueológica da história."

Com essa sinopse você já deve imaginar o conteúdo do documentário!
Quando me falaram acerca do assunto fiquei extremamente perplexa...pura HERESIA!

Só recomendo se for para defesa apologética...do contrário não vale a pena!

O objetivo (JÁ QUE NÃO É POSSÍVEL PROVAR ABSOLUTAMENTE NADA) é acabar com a ideia que temos de cristianismo...A idéia é SEMEAR a dúvida. Não isso... É uma verdadeira tentativa de anular o sacrifício de Cristo. O documentário denigre a imagem do Mestre completamente.Fundamenta-se no fato de alguns arqueólogos terem encontrado uma tumba,onde possivelmente (JAMAIS), estaria sepultada toda a família de Jesus.Contrariando a Bíblia sagrada, os arqueólogos afirmam que os restos mortais são realmente de Jesus.Afirmam que se houve a ascenção de Cristo, esta teria sido apenas espiritual ... Foi achado também num dos caixões, todos grafados em aramaico, os restos mortais do filho de Jesus com Maria Madalena.
É muito absurdo!

REFUTAÇÃO

A bíblia sagrada é a nossa única e inerrante fonte de toda e qualquer resposta.

“Mas, ainda que nós, ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema” (Gálatas 1.8,9)

“Sabedores que havendo Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre: a morte já não tem domínio sobre ele”. (Romanos 6.9)

Por que buscais entre os mortos ao que vive? Ele não está aqui, mas ressuscitou. (Lc 24.5-6).

“No principio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (João 1:1).

“Tu és o cristo, o Filho do Deus vivo” (Mateus 16:16).

"NELE NÃO EXISTE PECADO” (1 João 3:5).

“Por isso, o Pai me ama, porque eu dou a minha vida para a reassumir” (João 10:17).

GLÓRIA A DEUS!

19 comentários:

  1. Prezada irmã

    Acabei de tornar-me seguidor do seu blog. Que o Senhor continue abençoando esse importante veículo de propagação do Evangelho.

    Abraços

    Cristiano Santana
    http://cristisantana.blogspot.com

    Obs.: sugiro excluir esse comentário logos após a leitura.

    ResponderExcluir
  2. Assino em baixo Cris!!!

    Bjokas!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi, belo blog na palavra de Deus
    olha só que legal a corrente do bem que os irmãos estão fazendo.
    www.rezamosporvoce.com.br

    abraço

    ResponderExcluir
  4. DEUS ESTÁ CONTIGO E CONOSCO.
    ACREDITAREI SEMPRE NA PALAVRA DE DEUS.

    ResponderExcluir
  5. Só poderia haver restos mortais se houvesse cadáver, e todos sabem que ele não moreu

    ResponderExcluir
  6. Só pra confirmar:

    http://comoviveremos.com/2007/05/03/especialistas-denunciam-farsa-de-documentario-sobre-%E2%80%9Ca-tumba-de-jesus%E2%80%9D/

    ResponderExcluir
  7. é preciso entender que existe diferença entre
    o mito e a realidade, mito não existe sem a realidade , lembrando que jesus só veio a se tornar um deus depois de quase 300 anos, sendo a sua estoria rescrita pelo imperio romano. é uma tolice persistir ao lado de instituições que sempre faltaram com a verdade histórica, que claramente têm intenção de confundir; tal atitude acarabá por esgotar bons prognósticos para a existencia humana. quanto ao mito jesus ainda pagaremos muito caro por faltar sempre com a verdade a respeito dele que realmente teve muito a nos dizer e ainda tem quando o assunto é amor incondicional a deus e ao proximo sem preconceitos sem mentiras sem discórdias sem fogueiras sem repressão tudo quanto tão bem reconhecemos como tão terríveis males e suavemente acatamos em nosso meio, commo fazem estes que tentam denegrir o valor da História; a esses ela saberá punir muito bem, se a vida continua depois da morte veremos se a malfadada mentira ainda persistirá tanto em nosso meio de humanos

    ResponderExcluir
  8. isso pouco importa se e as ossadas dele ou naum,pessoas pequenas q dao importancia a isso....p/mim tanto faz se foi en carne ou em espirito ele sempre vai ser jusus...o unico filho de deus....

    ResponderExcluir
  9. É muito interessante(e estranho) saber que há pessoas que acreditam da mesma forma que esses diretores de filme.
    os ossos de Jesus nunca permaneceram debaixo de uma terra.
    A Ressurreição é fundamental ao cristianismo. Acabem com a ressurreição,e então será destruido também o cristianismo. I corintios 15. Crentes em Jesus sejam fortes na Fé!

    ResponderExcluir
  10. Pensem cientificamente, adotem a ciência como premissa de sustentabilidade para a verdade, acreditem no que se pode comprovar, o dogma cega e a ciência liberta, assistam ao documentário e tirem suas próprias conclusões, pois não estamos falando de meros "achismos", mas das três maiores universidades do mundo.
    Se vocês não acreditam na ciência, peguem seus diplomas e rasguem.
    Alan Bandeira

    ResponderExcluir
  11. Documentário fraco... sem base alguma! Ele sim é baseado em "achismos". Querido, tenho nível superior. A minha graduação me ajudou ainda mais a certificar-me da existência de Cristo e de sua morte e ressurreição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diploma de Uniesquina não vale!

      Excluir
    2. Não, querido anônimo! Tenho graduação em nível superior em FACULDADE FEDERAL. Que ao contrário de você, não deve ter nada... Até pq pessoas esclarecidas não ficam escondidas... Antes de criticar, procure conhecimento HISTÓRICO E CIENTÍFICO.

      Excluir
    3. o que Jesus faz e fez a cada dia supera e muito qualquer mera ciencia...

      Excluir
  12. Assisti ao documentário e confesso que mexeu comigo demais. Não por dizerem que encontraram as ossadas de Jesus, mas sim, por haver a dúvida de que Jesus foi casado com Maria Madalena. Em sou Kardecista e acredito que a ascensão de Jesus foi espiritual. Acredito que Jesus é o Filho de Deus Pai todo Poderoso e que morreu para salvar nós de todos os pecados. Acredito em Deus, Pai, Filho e Espirito Santo. Sei que Jesus está sempre do nosso lado nos protegendo, nos dando oportunidades para crescer em Cristo, amar ao próximo. Tenho fé inabalável no Senhor Meu Deus, pois tenho provas à cada minuto da existência dele em nossa vida. Não acho impossível terem encontrado ossadas do corpo de Jesus e sua família, afinal, 300 anos depois da morte de Jesus é que ele foi reconhecido como o filho do Pai e Senhor Nosso. Por 300 anos os Cristãos foram perseguidos e não desisitiram. Acho inexplicável apenas o fato de mencionar no documentário que Jesus foi casado com Maria Madalena, mas talvez isso tenha mexido comigo, porque sempre pensei nisso de alguma maneira e me surpreende uma coisa banal de minha imaginação ter fundamento. Respeito muito a opinião de todos. Esse documentário em nada abalou minha fé.

    ResponderExcluir
  13. Isso que é triste, ver um batalhão de ignorantes defendendo um Deus que não existe, assim como Odin, Alá, Buda, Shiva, todos inventados pelo homem. A humanidade seria melhor se ao invés de o Cristianismo ser uma religião, fosse uma filosofia de vida. Jesus realmente existiu, isso é incontestável, seus ensinamentos são de caráter universal e estão presentes em todas as religiões. Ao invés de ficarem nessa ignorância absurda, nesse fanatismo ridículo, deveriam pensar em como ser mais tolerantes e caridosos com TODOS e não com as ovelhinhas da igreja A, B ou C. Enfim religião é para pessoas com a mente involuída. Para ser bom basta sê-lo, não se precisa auto-afirmação religiosa de uma grupo. O resto é discurso de quem deseja lucrar com a fé/ignorância alheia como as diversas religiões fazeram e ainda fazem. Quem sabe um dia isso acaba...

    ResponderExcluir
  14. " A unica fé inabalavel e aquelça que pode ir de rente a frente com a ração!" ( Allan Kardec Livro: Livro dos Espiritos)
    Então é importante sim a prova cientifica.

    ResponderExcluir
  15. Investigações informais apontam que o “financiamento” para a realização do referido documentário foi “patrocinado” por David Rockefeller, multimilionário do petróleo, ligado ao satanismo, conspirações contra a humanidade, adepto e um dos líderes para a instituição da Nova Ordem Mundial.
    A propósito, o Museu Arqueológico da Palestina, em Jerusalém, chamado Museu Rockefeller, também teve seu patrocínio; e é lá (como mostra o filme) onde se encontram tais (e duvidosas) “relíquias”.

    ResponderExcluir
  16. É incrível como o homem natural tenta, usando teorias e ciência, explicar o inexplicável. Toda a história que gira em torno do nome Jesus é simplesmente espiritual. O que devemos levar em conta é o que sentimos quando o invocamos e sentimos a sua presença em oração. O que lemos nas santas escrituras é o que interessa não a busca através do conhecimento humano a prova disso ou daquilo. pois o que buscamos em sua figura como mestre só é sentido com o coração e não com a razão.Crer no Senhor Jesus não é se tornar alienado é se tornar melhor do realmente somos.

    ResponderExcluir